Posts Tagged ‘Lago de Bolsena’

Toscana – Itália Ago.2009 – Part.2

janeiro 10, 2010

Logo na chegada ao Monte Argentario fiquei impressionada com o mar, nunca tinha visto um assim tão limpo, ao vivo e a cores! rs Em pleno verão, o lugar tava bem movimentado. Fomos a uma praia de Porto S. Stefano que, pra chegar lá, tem que descer o morro. Por sorte essa praia não tava muito cheia, as pessoas preferem se espremer em lugares mais badalados. Que paraíso! Ficamos lá por horas. O único problema é o acesso, se é difícil descer, imagina subir! Subimos ainda com sol forte, mas aquele lugar vale muito a pena!

No Monte Argentario

Praia de Porto S. Stefano - Argentario

De noite, jantamos numa sagra em Fonteblanda. A música era péssima! Achamos um terreno tranquilo pra dormir no carro, não muito longe. No outro dia, acordamos bem cedinho e fomos à praia em Talamone pra tomar café e mergulhar um pouco.

Praia em Talamone

Peixinhos no mar

Continuamos viagem e andamos um pouco na cidade de Manciano, mas só achamos um lugar legal pra almoçar em Farnese, que lembra um pouco Sorano.

Manciano

Manciano

Farnese

Descansamos um pouco e fomos numa cidade ali perto. Castro é uma cidade etrusca abandonada e bem escondida. Restam apenas algumas ruínas e as casas, curiosamente, eram feitas em buracos no chão. As casas estão escondidas no meio do mato e aquele silêncio chega a dar medo. Eu me perderia facilmente se fosse sozinha por ali. Na entrada da cidade tem uma catedral, um templo etrusco antigo e uma área onde ficavam as tumbas. Quando eu fui entrar nessa área, vi que estava cheia de besouros que começaram a fazer um barulho estranho quando me aproximei. Gelei na hora e claro, achei melhor não perturbar o descanso dos etruscos e não entrei… É um lugar com uma história incrível, mas não muito valorizada pelo governo, está meio descuidado.

Templo etrusco em Castro

Medo de entrar ali...

Andamos muito pelas ruínas e saímos esbaforidos dali porque tava um calor tremendo. Pra refrescar, tomamos banho na beira da estrada, numa fonte perto de Farnese. Um velhinho chegou, sentou-se e ficou observando a cena. Talvez nunca tinha visto farofeiros do nosso naipe… rs

Lindos e cheirosos, fomos jantar em Valentano. Algumas ladeiras lembram muito o sítio histórico de Olinda. A vista que se tem de lá é maravilhosa!

Rua em Valentano

Área de antigo vulcão vista de Valentano

Para dormir, achamos uma área mais escondida às margens do lago de Bolsena. E foi lá que a gente passou o dia seguinte. Foi um dia muito agradável e tranquilo. O lago é ótimo pra tomar banho, tem peixes e até uma lagosta pequena a gente achou. Um casal de cisne também vive por lá e adora comer pão. Onde a gente tava, tinha também uma família muito amigável.

Lago de Bolsena

Cisne faminto

Em Gradoli, jantamos numa sagra. E na mesma mesa da gente, havia uma família que tinha um vinho feito por eles que era uma delícia! Ao invés de show, apresentações de dança. Eles definitivamente não sabem o que é samba!

Gradoli

Velhinhos fofocando na praça

Dormimos por trás de uma igreja que fica perto do lago. Pela manhã, voltamos à mesma área que ficamos no dia anterior e lá também estavam as mesmas pessoas. Eles gostaram tanto da gente, que um deles nos convidou pra um passeio de lancha. O lago é imenso e ele nos levou até a ilha que fica lá no meio. A ilha é maravilhosa, mas não podíamos descer porque é de propriedade privada. Tem até uma mansão lá. Muita pena eu não ter podido levar a câmera pra registrar o passeio. Até lá no meio a água é super transparente!

Na hora do almoço, fomos comer em Gradoli novamente. É uma cidade bonita, mas tem umas bizarrices que descaracterizam as construções antigas. Depois passamos na cidade de Bolsena e lá de cima dá pra se ter uma noção melhor da imensidão do lago.

Reforma bizarra em Gradoli

Vista do lago na cidade de Bolsena

À tarde fomos visitar Civita, a cidade que morre. Quando vi de longe fiquei super impressionada, é uma visão surreal. Pra chegar lá a caminhada é um pouco longa, ainda mais se for debaixo de um sol bem forte, mas pra amenizar a gente foi debaixo de um guarda-chuva. Que lugar mágico! A vista que se tem de lá também é linda.

Civita

Vista em Civita

Civita

Naquele calor e depois da caminhada de ida e volta que a gente fez até Civita, a gente tava precisando de um banho pra refrescar. Na cidade de Lubriano, tomamos banho rapidinho numa pracinha bem de frente a uma capela e com vista pra Civita. Ninguém viu! rs

Lubriano

Vista de Civita em Lubriano

Visitamos Orvieto, onde ia ter um festival de música. A catedral já pode ser vista antes de se subir na cidade, e vendo de perto fica ainda mais difícil acreditar naquilo. É imensa e muito bem trabalhada nos detalhes. Parece saída de um conto de fadas!

Orvieto

Catedral de Orvieto

Jantamos em um restaurante bem familiar e aconchegante, onde vimos figuras no mínimo engraçadas. Depois de ver os shows, terminamos a viagem voltando a Chiusi para dormir.

Nos dois dias seguintes ficamos entre Chiusi e Gioiella, descansando,  fazendo passeio de bicicleta, comendo comidinha caseira… No próximo post vem o final da viagem.

Anúncios