Archive for julho \13\UTC 2009

Campina Grande Jun.2009

julho 13, 2009

Com a greve do metrô do Recife, chegar na rodoviária foi meio complicado. Não fazia a mínima idéia de que ônibus pegar. Dei uma pesquisada no site Ônibus Recife e vi que o Camaragibe (Cd. da Boa VIsta) parava na estação rodoviária. Mas quando subi no ônibus e perguntei ao cobrador se ia mesmo pela rodoviária, ele me disse que não. Um senhor que tava na frente me disse que eu devia pegar Totó alguma coisa… Fui pra Av. Guararapes pensando que ali devia passar transporte pra quase todo lugar e logo passou um Totó (Jardim Planalto) e perguntei ao motorista se ia pro TIP. Ele me disse que era só ir pra parada do outro lado da rua e pegar o Curado IV (Av. 1). A parada tava lotada e esperei um tempão. Percebi que havia muita gente ali que também ia pra rodoviária. Imaginei logo o sufoco… Quando o ônibus finalmente apareceu, por sorte consegui ser a primeira a subir. Depois meio mundo de gente cheio de bolsas e pacotes se imprensando pra entrar no ônibus…

Chegando no TIP, não deu tempo nem de almoçar, só comprei uns biscoitos e água; e de 11h15 o ônibus estava partindo. Essa linha faz um rota diferente da que euestava acostumada quando ia pro norte. Chegando em Goiana, se pega o rumo do interior passando por Itambé, Itabaiana, Mogeiro e Ingá até chegar em Campina Grande. É muita cana-de-açúcar pelo caminho!

Cheguei antes das 15h. O clima tava bem friozinho e nublado. Saindo da rodoviária, peguei um ônibus para a integração no centro da cidade. Aline foi me buscar lá. A integração fica do lado de uma praça onde há um obelisco. Se não me engano, o local é chamado de Açude Novo, que por sua vez, fica bem de frente ao Parque do Povo, pólo principal da cidade. Campina Grande é bem desenvolvida e bonita, diferente da imagem de cidade de interior que eu tinha na cabeça.

Fiquei hospedada na casa de uma amiga de Aline, que mora com mais duas amigas, ao lado do Parque do Povo. Depois de deixar a mochila em casa, eu precisava comer! Pegamos um ônibus até o shopping para comer e comprar comida pro jantar e café da manhã.

Já tarde da noite, fui conferir o dito ‘Maior São João do Mundo’. No palco principal só bandas que eu nunca ouvi falar e muito menos lembro os nomes agora. Só sei que tocavam aquele forró estilizado, também chamado por aqui em Recife de ‘fuleiragem music’ por Zé Teles do JC. Na pirâmide só cheguei a tempo de ver só de passagem o finzinho da última quadrilha da noite.

O parque não estava muito cheio. Pensei que fosse porque era um dia depois do feriado do dia 24/06 e que muita gente ainda iria trabalhar na sexta-feira. Mas que nada! No jornal do outro dia mostrou o show de uma dupla sertaneja (ou sei lá eu o quê) que tá na moda agora e reuniu 70mil pessoas numa cidade vizinha. Acho q por isso deu pouca gente no Parque do Povo…

Na sexta pela manhã, depois que as donas da casa saíram pra trabalhar e Aline ainda relutava pra acordar, eu saí sozinha pra tirar umas fotos lá por perto. Diferente do dia anterior, o dia estava lindo, ensolarado e quente. Perfeito pra um passeio!

Igreja Cenográfica

Decoração da pirâmide

Cidade cenográfica

Obelisco - Açude Novo

No começo da tarde a gente foi dar uma volta no Açude Velho. Andamos pra caramba e encontramos o Parque da Criança fechado e quase deserto. Voltando pelo outro lado do açude, passamos por estátuas muito legais de Jackson do Pandeiro e Luiz Gonzaga tomando uma juntos.

Monumento no Açude Velho
Tomando uma!l
Jackson e Luiz!

Ao contrário da noite anterior, o Parque do Povo estava lotado até demais. Acho que passei a maior parte do tempo tentando me locomover no meio da multidão de um ponto a outro do que curtindo a festa. O único show que eu vi foi o de Zé Ramalho. Depois de um tempão para conseguir chegar no palhoção onde tocava pé-de-serra, eu só queria ir dormir. Já passava das 2h da manhã. Ainda bem que as meninas tiveram a mesma idéia, apesar de terem ficado na sala de casa conversando até depois das 4h.

Dormi muito pouco e acordei antes das 7h da manhã. Às 8h, deixei todo mundo lá dormindo e fui embora pra rodoviária. Por volta das 13h eu já estava em casa, na minha cama pensando que eu tenho minhas dúvidas que o São João de Campina Grande seja o maior do mundo. Mas tenho certeza de que não é o melhor!

—-

CENTRO RECIFE – TIP: pra ir de ônibus para a rodoviária, é só pegar o ônibus Curado IV/Av. 1 (Via TIP) na Av. Guararapes, próximo aos Correios. No sentido que vai para a Cd. da Boa Vista. Linha feita pela Borborema, tarifa “A”.

RECIFE – CAMPINA GRANDE/CAMPINA GRANDE – RECIFE: a linha é feita pela Progresso e cada passagem custa R$35,00.

Anúncios